quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Se o mundo acabar

Se o mundo acabar hoje, quero que acabe rápido e que me avisem logo. Que é pra juntar todo mundo que eu amo perto de mim. Que é pra eu apertar ainda mais Maria e Isabella e ver as duas engatinhando, se encontrando no meio do caminho até começarem a soltar gargalhas uma pra outra. Se o mundo acabar hoje, que fique tudo em paz e a gente peça para as duas darem um "tchau" no final e elas comecem a bater palminha sem nos obedecer, como sempre.

Sem título

Mas, não, o mundo não pode, não deve, nem vai acabar hoje. Porque a vida é boa demais. Porque ainda há muito que ser vivida. Porque ainda tem tanto pra gente ver, perceber, sentir aprender. O mundo não pode acabar porque eu quero ver as duas crescerem ainda mais. Porque eu preciso abrir mãos de certos conceitos, me cobrar menos, esperar menos, não atencipar o ato do outro, não me deixar levar pela energia ruim, não guardar rancor, ter mais bondade, acreditar mais em tudo isso. Porque eu ainda preciso ir para Paris, escrever outro livro, ter outro filho, não necessariamente nessa ordem e sem a coisa de plantar a árvore na lista. Porque eu ainda preciso sentir mais, sentir tudo.
Que venha um novo mundo, que este se acabe então, que venha 2013.
Sem título
*Vamos ficar uma semana fora para uma mini-férias de Natal, mas voltamos já, já! Continue acompanhando as aventuras da família moderna no instagram @tatisabadini. Feliz Natal pra todos!

Um comentário:

  1. Nossa amei as fotos! Suas filhas são lindas! Parabéns.

    Abraços,

    ResponderExcluir