terça-feira, 3 de setembro de 2013

Quero colo

Estamos em umas semanas loucas por aqui, não bastasse, grávida com duas meninas de 1 ano e 7 meses para cuidar, mas, como já disse no último post, saímos de casa porque estão fazendo uma reforma no prédio e fomos ficar na casa da minha sogra, que está viajando. Já fui pra lá e a Bella estava com uma febre baixa constante, que só passou depois de cinco dias. Durante esse tempo, ela ficou mais manhosa, queria colo e tudo bem. No dia seguinte, quando a febre passou e chegou o fim de semana, ela queria colo o tempo INTEIRO. Chorava, se jogava no chão, levantava os bracinhos, aprendeu a falar "colo". E eu e o Marco com mil coisas para fazer, tentávamos explicar que não dava pra ter colo aquela hora, pegava um pouquinho, conversava, depois chão de novo, e ela chorava, ficamos no embate quase que uma manhã inteira. O que fazer quando a criança só que colo?

Então, encontrei a resposta mais simples e direta: dá! Eu comecei a pensar no absurdo que era recusar aquele carinho, a cabecinha no meu ombro porque eu tinha mil coisas para fazer ou porque eu não queria dar atenção pra ela e deixar a Maria de lado. Eu percebi que a melhor coisa que eu poderia fazer era dar meu colo pra ela. Mesmo que canse, e quando cansa, eu sento com ela no meu colo, e fica tudo bem. Porque talvez ele, o colo, seja mais escasso daqui pra frente mesmo, porque ela vai crescer, porque ele vem com um carinho no meu rosto, pequenos bracinhos no meu pescoços ou uma mãozinha que insiste em passar pelo meu braço, porque ela quer meu aconchego e isso deveria bastar.

Sem título

As meninas nunca foram muito de colo. Como eu me acostumei a dividir entre as duas sozinhas, o jeito era me virar como podia, por isso ficaram muito no carrinho, no chão, soltas. Depois, com um ano elas não queriam mais dividir meu colo, queriam exclusividade. Agora, há uns dois dias eu me libertei dessa coisa de "dar mais atenção para uma do que pra outra" porque sei que vou ter minha oportunidade com a Maria e foi justamente o que aconteceu hoje. Agora, ela pede colo também. As duas. E eu dou, me viro como posso. Divido com o Marco quando ele chega em casa e agora vim pra casa da minha mãe e ela também ajuda. Hoje, por uns minutinhos, as duas vieram para o meu colo, enquanto eu estava sentada no sofá e me abraçaram apertado. Tudo o que eu fiz foi agradecer, com os olhos cheios de lágrimas, um dos melhores dilemas que a maternidade me deu.

9 comentários:

  1. Q delícia... colinho é tudo de bom... sempre adorei dar colo tanto qto adorava amamentar...
    Eu sempre digo q as respotas estão dentro da gente... qdo eu tinha duvida sobre oq fazer tentava me ouvir, sabia q a resposta viria... por instinto...
    Nunca dei ouvido pros palpiteiros de plantao... 'nao pode isso, nao pode akilo...' afff... fiz do meu jeito e nao me arrependo...
    Sentir o cheirinho deles qdo estao no nosso colo não tem preço...
    Bjs
    Mirna
    http://coisasdoreiarthur.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Pois é não negue esse colinho de mãe!
    Logo logo o bebe 3 vai chegar, e esse colinho será mais raro! Aproveite bastante!!! Você e elas. No meu caso e ao contrario, teve 1 e depois engravidei de gêmeos um casal, tento de todas as formas suprir a necessidade de colo do mais velho, mais as vezes eu olho e sinto que falta! Coisa de mãe, sempre sente que pro filho nunca é demais. Mas eu sinto!

    ResponderExcluir
  3. Ahhhhhhhnnn que amor! Transbordando fofura!

    ResponderExcluir
  4. ai q eu li algo osbre isso hj
    passei por isso antes de ler
    e ainda to lendo mais teu post agora.
    so pra reforçar.
    deu de entender? ahsihsiuhiuas

    vou te marcar no face.

    beijoos

    ResponderExcluir
  5. Oi Tati, eu sempre gostei de dar colo, acho que até exagerei um pouco, rsrs, o meu menino mais novo, o Daniel, gosta de colo até hoje e olha que ele já tem 3 anos e meio! Mas gosto de pensar que os pais e os filhos devem aproveitar dar e receber colo quando são crianças, pois mais um pouco crescem e fica mais difícil, rsrs. Aproveita dar colo nas meninas agora pois quando o bebé nascer exigirá de ti muito mais colo. Um óptimo dia para vocês. Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Humm, que delícia de colinho, colo de mãe é bom demais!!! A minha pequena de 4 anos, até hoje pede um colinho, as vezes diz que quer uma carona para algum lugar da casa. Linda família, lindo blog, adorei!!! Gêmeos é uma dádiva de Deus! acho lindo demais! Depois volto, para conhecer mais um pouquinho sobre vocês.
    Bjs no coração

    ResponderExcluir
  7. Amei esse texto! Acho q o grande segredo da maternidade é achar esse equilíbrio! Tenho tentado fazer isso com minha filha agora. Temos uma rotina, ela já dorme sozinha, já está mostrando pequenos sinais de independência, mas de vez em quando tudo que ela quer é um colinho e eu quero sempre, sempre poder dar esse colo quando ela precisar! Tati

    ResponderExcluir
  8. Olá! Seu post e seu blog está no TOP FIVE do Recanto das Mamães Blogueiras hoje! Parabéns! Passa lá pra conferir! bjs Camila Vaz
    Equipe Recanto

    ResponderExcluir
  9. Quero te convidar pra visitar meus novo/velho blog. Decidi voltar pro meu antigo cantinho www.mamaenadia.com, e tem um post lá no blog explicando porque.
    Espero que você continue me acompanhando mesmo com a mudança!
    Beijos!

    www.asosmamaenadia.com
    www.mamaenadia.com

    ResponderExcluir